Namorar em grupos

Desabafo. Será possível que alguém daqui já passou por algo semelhante?

2020.11.23 11:44 VerySuper_sane Desabafo. Será possível que alguém daqui já passou por algo semelhante?

Esse vai ser um relato/desabafo pessoal meio longo. E meio doido tbm. Quem ler até o final vai entender.
(Hoje tenho 20 anos, homem, gay)
Bom, n vou me referir por nomes, nem inventar um fictício. Acho q vai dar pra entender.
Eu conheci esse menino quando eu tinha 9 anos, na escola. Ele nem andava comigo, não era do meu tipo de "circulo de amigo". Eu não lembro como a gnt passou a andar juntos. Acho q foi com 10 anos q ele veio na minha casa pela primeira vez. Eu tinha um videogame, ele não (essa velha historia). Eu lembro q nesse primeiro dia ele ficou pouquíssimo na minha casa, até pensei q nem seriamos amigos. Mas não foi o que aconteceu. O que aconteceu foi que nesse período (6º 7º e 8º anos da escola), a gnt passou praticamente a viver um na casa do outro. Todo final de semana ele me ligava. Curiosamente, era ele que me ligava pra gnt marcar alguma coisa; não que eu não quisesse encontrar com ele (era o que eu mais queria); mas sempre funcionou desse jeito. Por enquanto estes foram os melhores momentos da minha vida.
(Agora complica um pouco)
Qnd eu disse que eu jamais pensei em ser amigo dele, é porque ele era popular pra caralho. E , de longe, um dos meninos (menino naquela época, agora já temos 20 anos) mais lindos que eu já vi. Tipo, facilmente, 10/10. Nessa época, rapaz kkk, eu era o ápice da feiura (tinha espinha pra caralho). Eu e ele éramos tipo o Yin yang da beleza.
Com 10 anos de idade, eu n parava pra pensar o q era ser gay. Era obvio q eu tava apaixonado pelo mlk. Mas era mto cedo pra pensar nisso ainda.
Ok. Questões. Pq porras ele queria andar ou vir na minha casa? Eu devia ser engraçado pra caralho, pq se fosse pelo videogame, tinha vindo uma vez só mesmo. Pra vc ter ideia, amigos dele e meus tinham ciúme dele preferir vir na minha casa. Sobre as meninas, todas (todas) queriam ficar com ele.
As vezes eu acho q imaginei, mas penso ser impossível ter imaginado algumas situações (pq eu só fui me tocar dessas situações qnd percebi q era gay). Uma delas, qnd a gnt tava jogando, ele encostou a cabeça dele na minha (eu fiquei sem reação, eu sou um idiota do caralho) Noutra vez, eu acho q eu falei alguma coisa q ele n entendeu, mas ele respondeu "eu tbm te amo". Tbm ignorei.
Isso durou até 2013. Do nada (eu n sei o motivo, mesmo), a gnt (ele) simplesmente parou de me ligar (9º ano). N sei o q aconteceu, mas ele começou a dar atenção pra galerinha mais popular tbm e fingiu q eu n existia mais (estranho pra caralho, eu tbm me dava bem com essa galerinha popular; não tinha o pq dele me excluir, se o objetivo dele era fazer parte desse grupinho). Eu fiquei mto puto. O que eu fiz? Comecei tbm a andar com essa galerinha tbm, de proposito. A gnt passou a se excluir (se eu andava com um grupinho, ele NÃO chegava perto. Se ele andava com um grupinho, eu tbm NÃO chegava perto desse grupinho). Bizarro pra caralho. Alguém já passou por uma situação assim? Pq é tão ridícula que eu fico pasmo hj em dia.
A gnt ficou nessa guerra fria até um dia q eu desencanei. Já tinha levado até uma suspensão, por fazer graça na sala (pra ganhar atenção da galerinha popular). Nos anos seguintes, ensino médio, a gnt n caiu na mesma sala nenhuma vez mais.
Começou tbm a fase de beber, ir em festa. Nunca fui desse tipo e não sou até hj; foi qnd eu realmente parei de sair com essa galerinha "popular". Acabei criando círculo de amizade com um grupo de amigos q eu levo pra vida (mas estes n eram/são amigos da "turminha" dele, até tentavam, mas o grupinho dele sempre excluía).
Mas eu não conseguia esquecer ele. Ele começou a namorar uma amiga minha (ela é super gente fina, adoro ela); e ele fazia questão de abraçabeijar ela qnd eu tava perto. Dava pra perceber.
Mtas das coisas q eu fiz na minha vida nessa época foi por conta dele. Tipo, eu cheguei a aprender um instrumento musical pq vi num snapchat (sim, isso existia!) ele tentando tocar. E eu aprendi o bagulho, toco pra caralho (modéstia a parte). Vai ver eu sou louco mesmo.
Acho q foi no 2º ano q eu percebi q eu era gay. Foi tipo um insight pra mim. Tudo fazia sentido. esse era o motivo desse puto n sair da minha cabeça. Lembro uma vez q a gnt tava na escola mais uns 3 amigos falando de beijar etc (isso no 2º ano tbm). Ai ele manda zoando "acho q eu beijaria a boca dele (ele falou meu nome)". Eu fiquei ?? (geral riu e continuou conversando, inclusive eu).
Antes de falarem q faltou atitude minha (supondo q ele é gay), realmente, qnd a gnt era criança (mas eu era criança, porra). No ensino médio, depois da minha "realização", eu tentei me aproximar dele de novo, mas ele tava numa vibe diferente (queria fumar maconha, dar pt em festa, esse tipinho) e tava namorando. Essa minha amiga com qm ele namorava terminou com ele tbm (por conta dessas imaturidades dele q eu citei)
O engraçado é q ele finge ter apagado os momentos q a gnt andava junto. Tipo, qnd acabou o ensino médio, no dia antes da formatura; dia q todo mundo falava de todo mundo e o q passaram juntos desde criança (n sei se toda escola faz isso no terceirão, a minha fez), ele nem ia citar meu nome. assim, no meio do discurso dele, um amigo dele teve q falar meu nome pra ele, ai sim ele falou brevemente q a gnt tinha sido mto amigos (é serio, até esse amigo q falou meu nome pra ele nesse momento fez isso pq devia n estar entendendo o pq dele n me mencionar, ele era um dos q tinha ciúmes dele na época q ele andava cmg)
Eu pensei q iria esquecer dele depois da escola mas, pasmem, não esqueci. Isso é foda, talvez eu ainda pense nele por conta das situações "semigays" q passamos juntos.
Estamos fazendo faculdade (universidades diferentes) já, e eu ainda me pego pensando nele. Nunca disse nada do q eu sinto por ele.
Seria possível q ele fosse bi? Cara, é mto contraditório. Ele namorou com outra menina depois do ensino médio, mas acabaram faz pouco tempo.
Eu mandei uma msg pra ele faz umas duas semanas. eu estava num estado meio chapado (q ironia, achava tão ridículo ele querer usar droga no EM. Btw, ele desencanou tbm dessa fase de querer ser o "fodão" q vai em 30 hps por dia. Ta bem mais maduro) perguntei se ele queria marcar alguma coisa. Ele prontamente respondeu q sim. Eu sou idiota. E se ele respondeu por amizade? Tipo, apesar das minhas neuras, quem disse q ele é gay/bi?
Mas é isso. N encontrei ngm q fosse tão incrível q nem ele (encontrei pessoas bonitas como ele, mas geralmente a pessoa n queria ou era chata q dói, e a maioria era só pq eu achava bonito mesmo. Falando em beleza, eu dei uma melhorada tbm kkk).
Será possível existir alguém aqui com alguma historia semelhante?
Eu realmente marco esse encontro com ele? Vou fazer o q? Só vai fazer eu pensar nele DE NOVO e vai acabar em pizza.

Foda. (Agradeço imensamente a paciência e atenção de quem leu até aqui)
submitted by VerySuper_sane to arco_iris [link] [comments]


2020.11.20 19:28 SnooRevelations4846 ME ENTENDENDO NESSA PANDEMIA...

Sempre tive isso dentro de mim, eu apenas não aceitava e reconhecia, eu me esforçava para parecer hetero na frente de todos, sempre que passava uma menininha eu olhava para fingir que gostava para os meus amigos, mas quando eles estavam distraídos eu dava um raspão de olhada mesmo era para os meninos, eu chegava a ser até o homofóbico ás vezes, não me orgulho disso.
Para mim isso só acontecia porque eu nunca tinha ficado com nenhuma menina, até que no começo desse ano, conheci uma menina dá minha igreja na escola... então aconteceu de que nós dois começamos a conversar e nossos amigos começaram a perguntar pra ela, se ela ficaria comigo... meus amigos me perguntaram o mesmo. Eu disse que sim porque eu só estava com medo de terminar o ensino médio sem nunca ter beijado ninguém (drama teen), mas internamente eu só queria saber se eu podia sentir algo por uma menina!
Mais tarde nós nos beijamos, e eu simplesmente não senti nada! diziam que parece que tem borboletas na barriga, mas nada aconteceu, foi só um beijo sem emoções.
Na Pandemia começamos a trocar muitas mensagens e eu comecei assim... a me sentir muito hetero. Ás perguntas que eu tinha sobre mim, começaram a desaparecer. Comecei a imaginar um futuro com ela e tals, bem casalzinho mesmo. Isso foi por 4 meses, de março até um pedaço de junho. Então comecei a querer ver pornografia gay😶 Tinha certeza que era Bi nessa época. Minha mãe sabia que eu estava conversando com essa menina e foi falar para o resto dá família que eu estava namorando, daí eu fiquei tipo... tão tá né! Mandou eu chamar ela para o meu aniversário, eu chamei né, morrendo de vergonha mas chamei, tinha sido a primeira vez que agente ia se ver desde a quarentena! Contei o que minha mãe disse pra minha família e ela disse que vinha como minha namorada então. Começamos a namorar! Não foi feito nenhum pedido, mas se tratávamos como tal.
Comecei a frequentar a casa dela, se beijamos várias vezes... O negócio esquentava por diversas vezes, mas não saia do lugar, diz ela que a primeira vez queria que fosse depois do casamento, eu não via problema em esperar ela, eu também no fundo não queria, mas não sabia o porque, já que eu achava que era Bi. Ficamos assim num relacionamento de 15 em 15 dias eu indo lá. Sempre que saia de lá eu pensava: "Ai que vontade de beijar um homem" 😅. Comecei a assistir vídeos LGBTQIA+ na internet e a entender mais sobre mim. Comecei a me questionar novamente, decidi que não estava feliz indo na casa dela e resolvi terminar o relacionamento. Disse que não estava apaixonado e não sabia se um dia iria me apaixonar um dia por ela, que eu apenas gostava dela e de ficar com ela, mas achava que só ficaria por isso mesmo. Sugeri continuarmos amigos e ela disse que depois do fim de um relacionamento, ela bloqueia a pessoa total e que não fala mais com o ex. Na mesma hora, eu pensei melhor e levei ela para fora do ape dela (a mãe dela estava no quarto do lado) e disse para ela que estava em dúvida sobre a minha sexualidade! Ela me entendeu, me agradeceu por ter sido honesto com ela. Ela sugeriu continuarmos juntos porque eu podia ser BI e me arrepender depois. Em fim, não continuamos.
Duas semanas depois do término agora, eu sei que eu sou Gay! Então não poderia dar certo mesmo.
"Quero me adentrar mais na comunidade, então se alguém tiver um grupo LGBT+ que eu possa entrar, ia ser muito grato. Tenho 17"
submitted by SnooRevelations4846 to gay [link] [comments]


2020.11.18 02:59 luwcas_S Estou num webnamoro e não sei se devo continuar

bem, eu comecei um webnamoro.
eu nunca esperei que eu faria algo assim, sempre rejeitei esse tipo de relacionamento, mas foi tanta coisa que eu acabei mudando de ideia kkjjk
vou me referir a minha namorada como "*"
tudo começou em junho, meu amigo me colocou num grupo do zap, e a * tava lá. eu conversava bastante no grupo até que um dia ela me chamou no pv e a gente começou a conversar.
cada dia as mensagens aumentavam e as conversas se tornavam mais frequentes, a gente começou a fazer call.
ela então depois de um tempo me pediu em namoro, só que eu recusei, já que não aprovava um relacionamento a distância. (eu moro no rj e ela em salvador)
só que ela continuou indo atrás de mim, ela não desistiu, e eu acabei me apaixonando por ela também kkkkkkj
então eu conversei com ela e a gente começou a namorar, e lá estava eu, num webnamoro.
a gente tá junto a praticamente 1 mês, só que agora tem uma coisa que não para de pertubar a minha mente.
eu amo ela demais, a gente confia muito um no outro, e eu até tenho boas chances de ver ela, acho que os meus pais apoiariam, tenho uma boa condição financeira e um dinheiro que eu juntei há uns 2 anos que daria pra bancar uma passagem até lá.
só que o meu cérebro tá bem dividido:
-um lado fala pra eu ir atrás, pq pode ser uma oportunidade que eu nunca mais posso ter.
-o outro lado fala pra eu não fazer isso, que eu não tenho maturidade e que isso vai dar errado e eu vou ficar destruído psicologicamente.
eu realmente não sei o que eu faço, mas eu sinto que eu tenho que decidir isso agora. eu amo muito ela mas tenho medo de isso dar errado e causar sofrimento em nós dois.
submitted by luwcas_S to desabafos [link] [comments]


2020.11.09 17:53 Electronic_Address Acho que eu deveria parar de se preocupar com minha Ex (drogas e problemas psicológicos)

Faz tempo que quero escrever esse desabafo mas não encontro as palavras certas, sempre desisto de escrever no meio.
Alerta de que o texto pode ser grande.
Sim, eu ainda mantenho contato com a ex por vários motivos. A gente meio que se tornou melhores amigos, mas meio que só virtualmente já que nunca mais nos encontramos pessoalmente. A gente sempre troca segredos e confiamos um no outro. Na verdade eu nunca fui de se abrir pra ninguém, é mais da parte dela que ela me conta coisas "confidenciais", desde um relato que ela tinha perdido o vibrador até a experiência com drogas.
Quando eu comecei a namorar com ela percebi que ela era bem desequilibrada mentalmente (eu também era). A gente meio que tinha os mesmos problemas: Depressão, ansiedade, baixa alto estima, insegurança e por aí vai. Na TPM os sentimentos dela afloram ainda mais. Apesar de tudo isso nossa relação era saudável, nenhum dos 2 era ciumento, nem fazia chantagem emocional. A gente praticamente nunca se xingou. Na verdade a gente se ajudou a superar nossos problemas.
O término veio por pedido dela. Era difícil eu sair de casa pra qualquer coisa e a gente morava distante então a relação ficou complicada. Foi no ápice da pandemia do Covid-19 quando tudo estava em Lockdown e eu me neguei a sair pra encontrar ela (tem pessoas do grupo de risco na minha casa) daí ela terminou.
Não demorou pra ela arranjar outro cara mas esse "namoro" novo dela durou só 3 meses. Interpretei isso como uma extrema carência emocional que ela tem. Depois desse término dela ela me ligou bêbada de madrugada (eu sempre achei bem merda ela beber mesmo sendo menor de idade, e ela não bebia latinhas de cerveja, ela bebia LITROS de Vodka). Uma vez chamei atenção dela quanto a isso e ela disse " eu não bebo muito não, só bebo quando tô bem mal" e eu respondi "pior ainda".
A gente foi ficando mais próximo novamente (eu tinha parado de falar com ela por respeito ao novo relacionamento dela). Relatos de como ela se sentia inútil e de como ela queria morrer eram bem frequentes. Eu já tinha recomendado ela procurar um psicólogo, ela disse que ia falar com a mãe dela mas parece que isso não aconteceu. Não demorou muito pra ela vir com uns papo estranho de "já fumou maconha? Vou experimentar semana que vem".
De cara já fiquei bem preocupado com que tipos de pessoas ela ia usar, por que tenho muito medo de ela usar drogas com amigos homens e eles tentarem abusar dela (vocês sabem do que eu tô falando). Eu não falei "cuidado pra não abusarem de ti", eu só falei "cuidado com quem tu usa". Também falei pra ela ter cuidado pra não viciar. Eu sei que a chance de viciar em maconha é bem menor que a do álcool mas sabia também que devido ao emocional dela era bem mais sucetivel ela recorrer a droga como válvula de escape (assim como ela fazia com o álcool) e acabar se viciando.
Até aí pensei "tudo bem, ela vai usar com pessoas que ela confia". Também não acho maconha muito preocupante tendo em vista que tenho primos que usam de forma recreativa e eles não são viciados. Raramente recorrem a maconha pra se divertir e que eu saiba não usam outras drogas.
Depois de um tempo percebi que ela passou um dia inteiro sem me mandar mensagem. Achei bem estranho mas não chamei ela. De noite ela me mandou uns áudios bem estranhos que não dava pra entender nada. Ela falava bem baixinho e a fala dela tava toda enrolada era realmente impossível entender o que ela falava. Eu perguntei "o que?" E ela digitou "deixa pra lá" e sumiu.
No outro dia ela me disse que tinha experimentado o LSD e que ficou o dia todo sobre o efeito. Ela disse que tinha se sentido muito bem e que sorria de tudo no dia anterior mas que hj ela acordou se sentindo uma merda. Expliquei o funcionando do LSD e falei que devido a bomba de Seretonina que ela recebe ela acorda no outro dia se sentindo merda pois ela tá zerada de Seretonina.
A esse ponto eu já me preocupei um pouco, ela tava migrando pra outras drogas. Depois que eu expliquei sobre o LSD ela me prometeu que nunca mais usaria drogas. A mãe dela tava chegando de viagem então eu me senti aliviado pq eu acho que ela não usaria drogas em casa com a mãe lá.
Tudo começou a se normalizar e eu realmente achei que ela tinha largado as drogas, até chegar os dias recentes.
A gente tava tendo uma conversa normal até que eu notei que ela tava usando uma metadinha (famoso couple ou fotinhas combinado) que a gente usava bastante como foto de perfil quando a gente namorava. Perguntei bem despretensiosamente "hmmm tá apaixonadinha é? Usando metadinha" e ela me respondeu "não ele é só amigo" e me mandou um Print da conversa (que eu não pedi) que ela falava pra ele "usa essa foto aqui gay".
O que ela não se ligou, mas que foi a primeira coisa que eu reparei, mesmo antes das fotos foi o contexto da conversa. Dizia assim:
Amigo: tem mais chances de dar overdose Ela: tô ligada, deve ser bom Amigo: é Ela: pega, usa essa foto aqui gay
Eu falei: tão falando sobre dorgas 😳. Ela me respondeu "eita porraaaaaa". A gente conversou um pouco sobre e eu falei "cuidado".
Conversas sobre como ela se sente inútil e descartável se tornaram bem mais frequentes. Ela me contou até sobre a tentativa de suicídio dela. "Eu tentei me enforcar" - respondi "como?" - ela "com uma cordinha". Eu falei "tá doida porra? Se tu morrer eu vou ficar muito triste, tua mãe também." Eu sei que ela gosta muito de mim e da mãe, eu sempre tento fazer ela se sentir amada e querida quando ela fala que quer se matar ou quando ela se sente inútil e descartável.
Hoje eu mandei um bom dia e ela não me respondeu.
Quando deu meio dia, já quase uma hora ela me mandou um bom dia bem eufórico
"Bom diaaaaaaa Eu tô viva manoooooo Eu te amooooooo Eu tô vivaaaaaaaaa"
Ela me disse que tinha usado muita droga ontem. Me falou, falou e não explicou nada mas disse que ia me contar tudo (porra ela realmente confia em mim). Me disse que ainda tava mal e sumiu de novo.
Ela me disse que tinha usado 2 balas (ecstasy), LSD e "outros bagulhos lá". Ótimo era tudo que eu precisava: agora ela também tá no ecstasy e tá usando "outros bagulhos lá". EU NÃO SEI NEM MAIS QUE PORRA QUE ELA TÁ USANDO!!!
A situação tá ficando fora de controle. A gente já tinha marcado de se rever sábado. A gente vai tomar sorvete, como fazíamos antes. Mas lógico: ela cogitou a ideia de a gente fazer "outro tipo de rolê": dormir na casa dela, usar LSD e ficar loucão. Que ótimo, muito saudável! Nem precisei falar nada ela mesmo mudou de idéia e resolveu ir tomar sorvete mesmo.
Eu nem sei se eu quero mais ver ela. Ela se transformou numa pessoa muito diferente da pessoa que eu me apaixonei. Agora eu tenho que segurar as crises de depressão dela, principalmente depois que ela usa essas porcarias que é quando ela fica pior.
Porra é muita responsabilidade pra mim, ela completou 18 anos esse mês e eu vou fazer 17 ainda semana que vem. Eu sei que é contra as regras do grupo revelar a idade se eu for menor de idade mas isso é pra contextualizar de que de que isso é muito peso pras minhas costas.
Eu sei que eu deveria contar isso pra mãe dela mas como que eu vou falar isso???? Além disso se eu contar a confiança que ela tem comigo vai acabar completamente e isso pode ser ruim pro emocional e psicólogo dela.
Isso tá se tornando um fardo imenso. Toda vez que ela me fala que usou drogas eu me sinto muito merda. Vejo uma pessoa se afundar em depressão e drogas na minha frente e não faço nada. Eu tô simplesmente congelado de medo.
Isso tá me fazendo muito mal, as vezes dá vontade de chorar quando ela me fala essas coisas e eu penso em simplesmente cortar ela da minha vida por que o que era uma relação de amizade saudável entre ex namorados agora é algo que só me puxa pra baixo. Realmente é bem covarde e egoísta deixar ela assim pra trás mas é o que eu sempre fui, sempre fui um COVARDE fugindo dos problemas.
Além disso minha mãe anda falando muito em se mudar de cidade. Uma hora eu vou embora e minha ex não vai me ter mais aqui pra ajudar ela com as merdas que ela faz. Ela precisa saber o que faz sozinha.
Preciso ir cortando nosso laço pouco a pouco. Desaparecer gradualmente até que ela não perceba minha ida.
Se a gente não tivesse insistindo em continuar se falando depois do término isso não estaria acontecendo (não comigo) e eu iria se lembrar dela sempre como a pessoa mais incrível que eu conheci, mas agora... Agora todas as memórias bonitas que eu tinha sobre ela estão desaparecendo por que ela virou outra pessoa.
Obrigado a você que leu até aqui.
submitted by Electronic_Address to desabafos [link] [comments]


2020.11.05 03:48 rivrotil só quero me matar, nada me faz feliz e não vejo motivos pra continuar viva

Sempre q eu tento desabafar na internet nao da em nada mas nao custa tentar...
Já tem alguns meses que eu sinto uma vontade enorme de desistir de tudo. Eu sempre fui muito otimista em relação ao futuro, tinha motivação pra estudar pra fazer o curso dos meus sonhos, me via casada e rodeada de amigos quando pensava na vida adulta. E não faz mais sentido pra mim.
Acho q tudo começou no final de 2017, eu comecei a ter vergonha da minha aparência. Eu perdi a chance de namorar com um cara que eu me dava super bem simplesmente porque eu me achava feia ???(também sou extremamente tímida desde criança oq piora a situação, deus é sádico) e isso me deixou muito mal, nunca superei e não tive nada desde então por causa do trauma 100% responsável por mim. Basicamente, eu me sentia inferior ao ponto de nao merecer nada disso.
No ano seguinte tudo piorou. Eu comecei a me isolar de verdade. Alguns amigos que estudavam numa escola que fica na rua da minha casa (e aqui está o problema) batiam no portão e eu simplesmente não abria tipo????? sua putinha você ta se isolando por que? Enfim, era isso, uma hora eles cansaram e a gente se afastou. Eu ainda era próxima de cinco pessoas da minha sala e aos poucos eu me afastei de cada um.
Tudo piorou esse ano. Nova escola, novas pessoas, e eu travei. Não conseguia interagir com ninguém. Duas das pessoas que eu afastei foram pra mesma escola e em pouco tempo elas se enturmaram em um grupo grande... e eu senti inveja porque não tinha conseguido o mesmo, passava o tempo todo de cabeça baixa na aula. Como em todo lugar, as vezes aparecia um extrovertido ou outro pra puxar assunto com a pessoa tímida da sala mas eu não conseguia levar a conversa sabe? é uma habilidade que eu perdi. Me sinto inferior por isso. Em três semanas eu não aguentei, o pânico era cada vez maior. Na hora de sair eu não sei o que acontecia mas vinha uma onda de ansiedade e pânico que eu não consigo explicar, chorava ao ponto de soluçar igual criança na frente dos meus pais (coisa que não acontecia desde q eu era criança). Enfim, eles me levaram á uma psicóloga mas só fiz uma consulta, no dia marcado pra segunda sessão eu liguei e ela tinha desmarcado todos os pacientes por conta da pandemia.
Meu único amigo conversava comigo diariamente, a gente se dava muito bem e tal (até pq nossa personalidade era parecida, ele também era introvertido como eu e isso fazia eu me sentir melhor, tipo pelo menos não sou a única com esse problema). Acontece que ele aparentemente fez amigos assim como os outros que eu afastei, ele me contou sobre o cara q ele conheceu e ficou, e eu me odeio por ter sentido inveja disso, mas quem na mesma situação q eu não sentiria? A única pessoa que me fazia sentir normal por ser introvertida conseguiu fazer novos amigos e socializar igual todo mundo. Acabei me afastando dele, a ultima vez que a gente se falou foi a três dias atrás, era meu aniversario e a única pessoa que eu esperava que se lembrasse disso era ele mas adivinha? a unica coisa q ele disse foi que ia ficar sem wpp e só. Eu não me importo com aniversários mas isso me magoou de verdade, é incrivelmente fútil e idiota tudo isso mas imagina teu melhor amigo não lembrar do teu aniversario...
Já fazem alguns meses que eu percebi que só tenho aos meus pais e é isso. Nunca vou conseguir socializar como todo mundo e isso esta me matando. Parece problema de criança tímida que sofre bulliyng na escola mas eu nao sei oq fazer. Isso me fez perceber que se eu não consigo fazer amigos, não vou namorar nunca, e por ser frustrada nunca vou entrar numa faculdade e/ou arrumar um trabalho decente. Esse é o pensamento q gira na minha cabeça 24/7. Eu sei que toda essa história é muito boba mas nada mais vale a pena pra mim, não lembro a ultima vez que eu estive feliz de verdade, penso sobre a morte e sobre suicídio quase que diariamente. Só não tentei porque vai acabar com a vida dos meus pais e traumatizar minhas irmãs mais novas. Eles são realmente bons pais, não são tóxicos nem controladores, sinto que não mereço ser filha deles mas me matar ia acabar com a vida deles também. Ter um filho q se suicidou nao é uma coisa que se esqueçe de um dia pro outro. Uma hora eu vou me cansar de tudo isso, eles tem outros filhos não seria tão ruim um a menos.
Enfim, se alguém leu ate aqui me desculpe por não conseguir explicar tudo de um jeito menos infantil e bobo (por incrível que pareça, tenho bem mais que 9 anos), mas eu realmente penso em desistir diariamente, eu vou procurar ajuda psicológica de novo mas acho q ninguém muda da água pro vinho por causa de terapia... Só desabafei aqui porque queria ver se encontro alguem com o mesmo problema ou uma solução...
submitted by rivrotil to desabafos [link] [comments]


2020.11.03 11:24 gmvas Amigos suicidas

Vim aqui porque sinto que precisava desabafar isso, e não tinha ninguém.
Pra início de conversa, sempre soube que meus dois melhores amigos tinham depressão, mas pensei que pelo menos eles não se matariam já q a pior fase teria passado. Tempo passa e bum, quarentena, não ajudou nada nessa situação, pensei que seria a ultima gota d'água, mas no inicio foi até "bom" já que os dois encontraram pessoas que ficaram, e até começaram a namorar.
Mas o que seria do namoro sem as paranoias de que é insuficiente e etc, se passa 2 meses e aqui estamos, um dos meus amigos (vamos colocar ele como 1), esta no que eu diria sua pior fase depressiva, já que o relacionamento não consegue ir pra frente por inúmeros fatores, e meu amigo 2 acaba de fazer um texto falando que vai sair de todas redes sociais, e não sabe dizer se vai estar aqui semana que vem, e pra variar, a namorada dele, que é uma das minhas amigas próximas saiu do grupo sem nem falar um "a".
Um dos problemas também é, ele não aceita nenhum tipo de ajuda, nem dos amigos, nem de psicóloga e nem dos próprios pais, e não ficaria surpreso caso eu perdesse um deles, o outro se fosse também, já que isso não ajudaria em nada pra nós e para ele (1).
Resumo da opera: Durante essas 2 próximas semanas eu posso muito bem perder 1 de meus melhores amigos, e no pior cenário perder meus 2 melhores amigos, o que simplesmente seria uma das piores coisas que me poderia acontecer.
submitted by gmvas to desabafos [link] [comments]


2020.10.26 09:35 ItoldU97 [dating] É impressão minha ou durante a pandemia as gajas ficaram mais "difíceis"?

A nível de aspecto não sou extraordinário mas também estou longe de ser um Quasimodo além de eu ser um bocado reservado mas não sei porque desde que a pandemia começou sinto que as gajas vão para o tinder para aumentar o egozinho delas em vez de dar fodas que é supostamente o verdadeiro propósito de sites como o tinder.
Em Março durante a quarentena tinha voltado para a casa dos pais e como ambos tão no grupo de risco tive uns meses sem andar em aventuras meh.
Em Setembro finalmente sai da terrinha para voltar para a faculdade e não sei se foi da pandemia ou eu que desaprendi muito mas agora sempre que dou match no tinder com alguém ao início a conversa até rola bem,ficamos com o insta um do outro tudo top chucha mas depois quando chega a hora da verdade de combinar alguma cena as gajas ficam frias assim do nada
Fds gajas para quê que têm o tinder instalado? Tasse bem que é o vale tudo para ganhar uns pontinhos para a auto estima e mostrarem as vossas amigas os 20/30 gajos que tiveram match mas fds já não basta os tik toks e insta? Opah crescem...
Sou honesto eu vejo amor,sexo,gajas etc. como entretimento eu sei que é "imoral" mas quer queiramos quer não todo o ser humano tem essa perspectiva.
E a cena é que no ano passado tava a ter uma boa vida amorosa só que depois não sei desde que veio a pandemia que parece tudo começou a descambar a cena é que nem quero namorar mas simplesmente ter 1 ou mais pessoas para me entreter nestes tempos difíceis.
E não vou recorrer a prostitutas é "batota",gasto guitos sem necessidade e não quero apanhar DSTs.
submitted by ItoldU97 to portugal [link] [comments]


2020.10.23 16:43 Auxoiseaux A incursão dos manos

Recentemente, um amigo começou a trabalhar e lá começou a flertar com uma garota. Ok! Recentemente outro amigo meu começou a namorar. Ok! Ja faz um outro tempo que outro de meu amigo está com amizades coloridas. Ok!
Eu não tenho nada a ver com seus namoros, mas uma situação incomoda apareceu. E quero mandá-los à merda.
Todo ano, meus amigos e eu combinamos de sair em algum lugar pra se divertir, seja um evento de anime, seja um parque etc. Mas esse ano, por alguma razão 3 dos caras de um grupo de 5 homens simplesmente decidiram levar mulheres por que sim.
O pior é que o outro solitário e eu não queremos quebrar a tradição levando garotas. O outro cara (M) e eu (L) reclamamos. Então os outros três disseram que éramos inflexíveis e arrogantes. Vão levar suas minas e nosso role anual foi ferrado por cause de betagem.
Edit1: somos amigos de muito tempo, não queremos desfazer a amizade. Edit2: todas as garotas são desconhecidas dps membros, nunca as vimos antes. Edit3: nosso passeio é uma tradição entre nós e queremos segui-lá como fazemos todos os anos.
Se alguem tiver algum conselho pra que eu possa convencê-los de não lvar as minas por favor, pode me passar?
Se alguem tiver um ponto de vista diferente ficarei honrado em ler.
E se alguem tiver em situação parecida me diga o que pensa. Obrigado pela leitura.
submitted by Auxoiseaux to desabafos [link] [comments]


2020.10.18 15:58 sinsinemy Terminei o namoro e me arrependo amargamente

Muito longo, mas preciso desbafar.
Tudo aconteceu no último final de semana de setembro, a gente tava super feliz e estávamos prestes a fazer 1 mês de namoro e 7 meses que a gente ficava e se conhecia. Por culpa de um print ele ficou com ciúme de uma bem idiota (muito idiota) e parou de me responder, me ignorou o dia inteiro e eu queria sair com ele e NADA dele conversar comigo. Decidi sair sozinha com outros amigos, a gente pertence a grupos diferentes de amigos porque moramos há 33km de distância e é foda se ver todos os dias, ir nos mesmos lugares porque na prática é longe. Cheguei na festa e nada dele me responder, tentei conversar liguei, mandei mensagens em todas redes sociais e de verdade eu tava muito ansiosa, no mesmo grupo de whatsapp que a gente tava, ele tava marcando de sair com os nossos amigos e eu podia simplesmente sair dessa festa e ir pra lá pq era relativamente perto até. Mas ele não me respondia então eu justifiquei todo aquele print que ele ficou com ciúme e provei que não precisava daquilo, toda hora ele falando que não queria conversar comigo, eu ligava e ao mesmo tempo eu tava bebendo, juntou tudo comecei a ficar triste demais, comecei a me sentir insegura, pensei muita besteira, pensei em tudo de ruim e a única coisa que eu queria era conversar com ele pra ve se me acalmava e eu não tinha nenhuma resposta. Chorei bastante, tava muito abalada e na mesma noite eu falei que era melhor a gente terminar (por mensagem), falei várias coisas por impulso, terminei por impulso e por toda aquela tensão. Me arrependo bastante. No outro dia eu tentei falar com ele, tentava e tentava porque eu tinha me arrependido bastante cara e ele já tava tipo "vc terminou cmg" e me repreendeu por eu ser imatura de ter feito isso e não pensado no depois. Chorei, fiquei mal bloqueei e desbloqueei ele por no mínimo 8 vezes. Não conseguia me afastar. Pedi pra que ele deixasse eu ir na casa dele pra gente conversar melhor e fui lá, levei até um par de aliança baratinha torcendo muito que desse certo. Conversamos, se acertamos mas ele tava meio diferente, falava umas coisas que eu não gostava mas que ele sim e que a gente não combinava tanto assim, saímos, se beijamos, conversamos e eu achei que daria certo e que ia ficar bem, tava com muita esperança. Dei aliança pra ele no fim da noite e depois disso a gente teve um momento nosso, foi lindo. No outro dia ele já tava meio distante, meio chato e fomos fazer visita na casa da tia dele, foi legal, ganhei bastante presentes e eu amo a família dele, me sinto muito feliz e confortável quando estou lá. Esse dia eu tinha que ir embora e ele ia sair com os amigos dele, me chamou e eu não tava super afim, sabe? Falei que pegava o mesmo caminho que ele e ia embora. Assim foi, fomos e ele ficou o caminho todo no silêncio, não falava, não pegava na minha mão, nao me olhava, não reagia a nada e eu só queria alguma demonstração e se por acaso eu mudasse de ideia pra ir com ele, já que os amigos insistiram pra eu ir e ele nada, sem reação alguma e isso tava me incomodando demais, eu tava quase chorando. Fui direto pra casa, com aperto no coração porque queria tar com ele mas eu me sentia desconfortavel de tar com ele, complicado. No outro dia ele me ligou e terminou comigo, sem mais nem menos, dizia que me amava e falou que não dá mais. Eu insisti muito, demais e falei que dava certo sim e esse foi o dia mais triste. Doeu demais. Sofri muito. Chorei e chorei tanto. Porque ele falou que não, mas falava que me amava e me agradecia por tudo mas falava que não. Era muito ansiedade e eu falava com ele, eu tentava mandar mensagem como se fôssemos amigos pq eu não aguentava não passar 1 dia sem saber sobre ele, sempre a gente caia numa conversa legal sobre a gente, ria e entendiamos que a gente tinha terminado, que somos ex e falávamos sobre esperança que era algo que eu tenho e ele fala que também tem. Eu amo ele demais, sou apaixonada por ele, isso é foda. Mas eu falei até sobre a gente "ficar", pra gente se ver e eu tava com muita saudade e ele aceitou. A gente saiu e foi perfeito, eu ainda era apaixonada por ele e tudo que a gente fazia era bom demais. Sentamos e conversamos mais sobre o nosso término, ele falava que não tava pronto pra namorar e até disse um "você merece uma pessoa melhor", mas eu tentava falar que não e que ele era o melhor pra mim. Ele falava que não tava pronto, que me amava muito mas tinha que pensar mas pensar em que? Quem amava tinha que ficar junto, mas eu baguncei a cabeça dele, eu terminei do nada, tava muito bom que eu estraguei tudo. Fiquei triste e comecei a chorar do lado dele e ele me abraçava e falava que me amava, insistiu pra eu ir pra casa dele e a gente sair no outro dia. Eu aceitei. Dormimos juntos e foi muito bom, mas ele nao era 100% meu (namorado), eu me sentia muito bem com ele, era gosto demais todos os nossos momentos. Levantamos o outro dia e fomos, senti ele distante de novo pegava na mão dele, foi legalzinho e eu curti todo o momento da melhor forma que dava. Eu tava com ele e só isso importava e fui (de novo) pra casa dele pq tava muito tarde pra eu voltar pra minha, dormimos juntos e passamos o dia seguinte inteiro juntos e eu tive que ir embora, que tinha algumas coisas pra resolver em casa também. Pra mim a gente ia continuar assim, conversar e sair as vezes. Cheguei em casa, me bateu a saudade maldita, ele passou 1 semana me respondendo só o necessário e bem seco, não puxava assunto e nem nada. Eu tava sozinha de novo, fiquei triste e mandei aqueles textos de como eu tava me sentindo pra ele e ele ficava :/ e falava algo desconexo ou mandava eu parar de ser assim, teve uma hora que não aguentei mais e falei se a gente podia resolver de uma vez. Cobrei ele de me responder direito e ele disse que a gente tinha falado o bastante. Tentei conversar pra eu parar de ter esperança nisso e mandei ele dizer se era o fim e acabou ou que ainda iria tentar. Ele só falou que não queria conversar comigo naquele momento e eu compreendi e ao mesmo chorei muito, muita dor, muita tristeza e parei de responder também. Falei pra mim mesma que não iria insistir ou chamar ele de novo, que era melhor um tempo afastado, sei lá, só um tempo. Um tempo pra ele pensar e pra mim também, eu sei que ele me ama como eu também amo ele. Por algum motivo não tá dando certo agora mas eu espero que do fundo do meu coração dê certo, eu tenho esperança. Ele é meu primeiro amor, não foi o meu primeiro namorado mas foi a pessoa mais intensa e ao mesmo tempo a melhor pessoa que já conheci. Termino isso aqui numa poça de lágrimas. Até.
submitted by sinsinemy to desabafos [link] [comments]


2020.09.30 17:22 JCrystalZ Invadi o território da minha melhor amiga? É um problema eu ter me aproximado dos amigos dela?

O problema da história atingiu uma amiga minha e eu e alguns amigos dela estamos envolvidos nisso. É sobre ciúmes e gostaria da ajuda de vocês para ter opniões secundárias em relação a isso.
Acredito que a "bomba" explodiu no resultado da festa que a Amiga fez. Foi a festa de aniversário dela e ela convidou amigos dela. E bom, esses amigos se dividem em "grupos": amigos da escola, amigos vizinhos e eu faço parte dos amigos da igreja. E bom, ela é uma anfitriã nata, pois ela sempre recebe os amigos vizinhos dela pra passar um tempo, jogar, essas coisas. Várias vezes dormi na casa dela, ou passei tardes lá. E a casa dela é o ponto de encontro dos nossos rolês maioria das vezes. Enfim, nas vezes que passei o tempo lá, muitas vezes os amigos vizinhos dela vinham interagir comigo, e isso me fez já ter uma amizade com eles, acredito que ela não achou ruim isso, pois foi algo bem natural de acontecer por conta do tempo que passamos todos juntos.
Agora, abrindo o paranauê aqui, acredito o problema nasceu por causa da festa dela. Como eu sou extrovertida e muitas vezes a "alma da festa", acabei me aproximando ainda mais dos vizinhos dela e de alguns amigos da escola dela. Como alguns ali estavam deslocados por estarem em contato com pessoas de lugares diferentes, essa festa fez com que muitos se conhecessem e virassem amigos. E eu acredito que eu fui uma dos que mais se envolveu com o pessoal. Até que depois da festa eu tive a ideia de fazer um grupo no Whatsapp com os vizinhos e os amigos da escola que mais interagi. Então eu fui pedir à ela os contatos e expliquei o que eu estava pretendendo falando algo assim "Que tal a gente fazer um grupo com eles?" e ela não gostou da ideia, até que eu disse "Então tá bom, deixa que eu faço sozinha." mas aí ela voltou atrás e criou o grupo. E deu que (os amigos) conversamos muuuuito. Realmente o grupo foi um sucesso e agora considero alguns deles bons amigos. E um dos resultados da festa também foi que alguns se "apaixonaram" (ah, adolescentes...) um garoto que estudou antes com ela se aproximou de mim e eu gostei, e marcamos de ficar, ele até me falou que está apaixonado (mas eu não '-') e também deu em outro casalzinho, e ambos estão apaixonados e parece que querem namorar. E bom, isso tudo 1 semana depois da tal festa, onde nós nos conhecemos. E enfim, voltando pro problema, a Amiga não estava interagindo muito no grupo e teve um dia que ela apenas mandava figurinhas "tristes" e quando nós perguntamos se havia algum problema, ela não falava e depois de um tempo ela saiu do grupo. E nós (os amigos) estamos até hoje ativos no grupo. E um dia desses eu fui dormir na casa dela e teve um momento que eu estava sentindo uma vibe estranha vindo dela em relação a mim, mas não estou dando importância a isso, porque deve ser mais a minha consciência pesada. E mais tarde naquele dia, fomos para a casa de um dos amigos vizinhos e passamos o tempo juntos (o qual já estávamos agindo como amigos íntimos normalmente) e quando fui embora e voltei pra minha casa, fui conversar com o amigo vizinho que nos recebeu e ele falou que a Amiga estava agindo com ignorância com ele.
E um ponto importante desse rebuliço foi o momento que um amigo vizinho chegou em mim e falou que ela estava magoada com aquele amigo vizinho por que ele tratou ela com brutalidade e ele é o que quer namorar com uma amiga da escola dela então ela deve estar de mal com ele e por isso ela tratou ele com ignorância. E também, esse garoto falou que ela não gostou de todos nós termos nos aproximado e agora ela está se sentindo excluída e insuficiente. E isso sem contar que ela sente atração em dois amigos vizinhos e age com ciúmes com eles e acredito que principalmente agora, que um está quase namorando com a amiga dela e o outro que ficou com outra amiga dela na festa (não mencionei antes). E isso ela age algumas vezes com frieza com eles e comigo, não sei se com as amigas dela também. E eu estou sentindo que virei um incômodo pra ela, por ter iniciado aquele grupo, mas eu amo muito ela e ela também sempre me demonstrou isso. Naquela conversa em que o amigo vizinho me contou o que ela estava passando eu falei pra ele que eu estava pensando em me afastar deles e não ser mais um ameaça pra ela.
Mas ele falou que não queria isso e outro amigo vizinho até falou que me ama. E eu sinto o mesmo por eles.
Eu estou me sentindo muito desconfortável quando converso com ela, eu já nem chamo ela no Whatsapp por conta do medo, apenas estou a respondendo. Mas eu estou planejando conversar pessoalmente com ela quando a poeira baixar, eu quero entender com clareza o que ela sente. E na minha opnião isso tudo é um ciúmes desnecessário, mas eu fico com esse medo por conta do garoto ter me falado que ela está se sentindo insuficiente, então eu estou em silêncio em relação a isso, pois não quero confrontar ela e acabar estragando a amizade sendo uma insensível. Estou sentindo que invadi uma propiedade privada dela, sabe. E estou curtindo isso, mas estou com a consciência pesada por eu estar possivelmente magoando uma amiga muito importante, mas acabou que eles se tornaram boas coisas pra mim e também não quero me afastar deles, e nem eles de mim...
Obrigada se você leu até aqui e se vai me ajudar comentando sua opnião c;
submitted by JCrystalZ to desabafos [link] [comments]


2020.09.30 03:03 Niavich Será que é possível ser abertamente um homem bissexual?

Eu tenho 21 anos e me considero bissexual desde os 15. Quando comecei a sentir desejos por meninos. Passei muito tempo depois disso não tendo uma sexualidade bem definida. Já que eu perdi a virgindade com menina e só fui beijar um cara aos 18 anos. Nunca tive problemas de aceitação quanto a isso. Me sinto confiante boa parte do tempo. Acontece que a maioria das vezes que alguma mulher descobre que sou bi, a forma com que ela me encara muda completamente e até a conversa muda. Eu passo a ser visto como um cara gay as vezes até tratado no feminino de forma pejorativa e depreciativa. Quando nem afeminado eu sou. Isso inclusive acontece dentro do meu grupo de amigos que são lgbt. Eu já sinto que não sou visto como um homem na sociedade em geral, sempre como um menino. Apesar de ser independente e ter meu próprio trabalho e em vias de abrir meu próprio negócio. Isso é uma parada que incomoda. Nunca namorei mas se um dia eu namorar com uma mulher vou ficar muito inseguro pra falar sobre isso por receio de ser abandonado ou ser encarado com desconfiança por parte dela. Tenho interesse em saber a opinião de vocês a respeito dessas coisas.
submitted by Niavich to sexualidade [link] [comments]


2020.09.24 21:56 BardoCaminhante ela esta solteira e eu preso no meu mundo

acho que já falei sobre uma garota a um tempo aqui mas resumindo, a gente tinha uma uma amizade colorida, ela se apaixonou, eu não me liguei nisso, fiz merda, ela ficou triste e começou a namorar com uma amiga nossa. Depois nos distanciamos e eu comecei a sofrer por perder uma mina daora pra karalho e passou uns meses, eu dei uma melhorada mas até hj ainda sinto algo.
Esses dias os parça mando uma print no nosso grupo de um post da namorada dela falando que ia desativar o face por tempo indeterminado, na hr imaginamos, um parça perguntou pra ela e ela respondeu que não estava mais namorando... A gente até trocou algumas mensagens mas não era como antes, agr ela ta postando bem mais status e sendo mais ativa em redes sociais do que quando namorava...
É isso, ela está livre mas nossa relação não é mais a mesma dnv, fazer oq? a vida é assim amigos, toda ação tem uma reação.
submitted by BardoCaminhante to desabafos [link] [comments]


2020.09.19 07:02 flavio_brazil Estou numa montanha russa de emoções

Tudo começou no primeiro ano do ensino médio, atualmente estou no terceiro, tinha uma amigo que vivia cmg desde o quinto ano. Todavia pelas engrenagens do destino, ele começou a me ignorar, e passou a ficar com outro grupo. Até aquele momento, tudo bem tudo normal, o foda foi que ele começou a ignorar me na vida online, pois vivamos jogando CS. A partir desse momento comecei a ficar deprimido, mas o pior de tudo é que ele e mais um amigo meu antigo destruíram meu sever do discord, no qual eu tinha mto apreço. Após tal feito, entrei em depressão, pois me senti tanto traído, como abandonado. Segundo ano veio, eu tentando me regenerar de tudo o que passei, tentei voltar tal amizade, mas n rolou, ent tive uma oportunidade única, consegui uma namorada e foi a melhor coisa q me aconteceu. Me adequei a um novo grupo, basicamente amigos q não eram tão próximos, que se tornaram bastante. Porém ao mesmo tempo que eu comecei a namorar, outros dois amigos tbm, o meu antigo amigo, e um dos novos. E durante o segundo ano meio q as mesas se viraram, pq eu estava bem, e ele tava tentando se encaixar num grupo, mas nada que me afetasse. Terceiro ano vem, e é um rio de merda, primeiro o meu amigo traíra, Henrique, nome fake, começou a tratar com o meu grupo pq ele queria entrar mas n se adequava, aí veio a pandemia, EAD fudido, ele aproveito e se distânciou realmente de geral, fisicamente e virtualmente, fiquei de boa pois pensei q nada de ruim ia acontecer. Entretanto, nossas namoradas ficaram amigas, por causa de um grupo de português, e começaram a se falar, criaram grupo e os krl. E tiraram uma ideia do cu, que queriam unir todo mundo, "meu grupo" e a namorada do traíra e o próprio. Eu puto recusei, pq já tinha superado, ent ao instante que eles criaram um grupo pra geral, eu quitei. Mas acontece que oq me fez bem, n fez pra minha namorada, pois as amigas delas, ficam falando que eu sou abusivo, estrupador, tóxico e justamente é tudo que eu quero evitar. Elas ficam falando merda no ouvido da minha namorada, e ela tá bem incomodada, mas n quer deixar de ser amigas pq ela n gosta de confusão, mas fica puta qnd falam mal de mim pelas minhas costas. Hoje falei com alguns membros do meu antigo grupo, inclusive um deles namora uma das meninas, eles vem me falando que não gostaram de reunir geral, pq o grupo realmente virou tóxico, e nem eles podem falar oq pensam, pois vem duas garotas militar se em pondo como se fossem superiores, o traíra sempre toca no assunto que eu n tô no grupo pra aumentar o ego dele, eu eu realmente só estou preocupado com minha namorada. Hj tbm por conta de ter chamados os membros do antigo grupo, as meninas acharam ruim, pq supostamente eles estão falando com o inimigo (eu)
Desculpa erros, normas gramaticais, tá tarde da noite e pontuação não é mto minha área. Sei q meu problema é bem leve comparado a muitos aqui, mas só queria desabafar Abraços
submitted by flavio_brazil to desabafos [link] [comments]


2020.09.10 23:51 Helamaa 😳👉🏻👈🏻

a carência tá imoral e eu tô procurando uma namoradinha, se vcs conhecerem alguma mina que tenha esses requisitos, me avisem redpillada channer, dogoleira, wgtow, ancap, , jogadora de poker, bv, virgem, sem amigos, crente, fã da UDR,magrela, footlet,escuta Chico Buarque, weeabo, hikkimori, otaku, gameri, hetero,federal,trader de bitcoin,hacker, defacer, cubista, penspinner, recordista de memorização de baralhos, timida, mãe de pet, hidratada, não consumidora de açucar, saudável, youtuber, netolover, pooper, cambista, shitposter, anarquista, materialista, roquista, travesquista, mono talon vlogger, blogueira, e-girl, intolerante a lactose, intolerante a gluten, grinder e hipnóloga, fiel, niilista existencialista, metaleira, headbanguer, pelo no suvaco, patriota, masoquista, ballbuster, jogadora de minecraft, buceta fedida, que não tenha medo de chuta minhas bolas pelo amor de deus eu nao consigo encontrar uma menina pra chutar minhas bolas por favor deus eu imploro nao agusnto mais isso nao eh um meme porque voces tem medo de me chutar no saco. Raça: nórdica Altura: 170cm+ Pele: 1 ou 2 (Fitzpatrick) Olhos: 7+ (Martin) Cabelos: qualquer cor, mas apenas lisos ou ondulados (FIA) Nariz: reto ou virado para cima Crânio: dolico ou mesocefálico Óculos: não Aparelhos: não Queixo furado: não Covinhas: não Orelha presa: não Orelha de abano: não Franja em V: não Pelos no corpo: muito pouco Tatuagem: não Graduação: apenas cursos voltados à pesquisa Faculdade: apenas bem conceituadas Habilidades matemáticas: sim Idiomas: fluência em inglês e mais outro idioma Álcool, cigarro, drogas: não, nenhum Personalidade: introversão Cultura: europeia ocidental RELIGIÃO: Cristã Ortodoxa Gostar de escutar rogério skylab:
Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab. O humor é extremamente sutil e, sem uma compreensão sólida de filosofia moderna, a maioria das piadas vai passar despercebida pelo telespectador médio. Há também a visão niilista de Rogério, que está habilmente tecida em sua caracterização - sua filosofia pessoal se baseia fortemente na literatura de Nododaya Volya, por exemplo. Os fãs entendem essas coisas; eles têm a capacidade intelectual para realmente apreciar a profundidade dessas piadas, para perceber que elas não são apenas engraçadas - elas dizem algo profundo sobre a VIDA. Como conseqüência, as pessoas que não gostam de Rogério Skylab são verdadeiros idiotas - é claro que eles não apreciariam, por exemplo, o humor no bordão existencial de Rogério "Chico Xavier é viado e Roberto Carlos tem perna de pau", que é uma referência criptíca para o épico Pais e Filhos do russo Turgenev. Estou sorrindo agora mesmo imaginando um desses coitados simplistas coçando a cabeça em confusão enquanto as músicas se desenrolam na tela de seu computador. Que tolos… como eu tenho pena deles. E sim, a propósito, eu tenho uma tatuagem do Rogério Skylab. E não, você não pode vê-la. É só para os olhos das damas. E mesmo elas, precisam demonstrar de antemão que possuem um QI com diferença absoluta de no máximo 5 pontos do meu (de preferência para baixo).
Rotina, Habitos e interesses: Nofap + Banho Gelado + comer carne crua + comer virado pra parede + biohack + dormir no chão + Jordan Peterson + mewing + HBD + PUA + jelq + dormir 5 horas por dia + café gelado sem açúcar + hipismo + compilação mitadas Enéas + alho cru + podcast do Joe Rogan + redpill + Brain Force + Jejum + meditação iasd + músicas para concentração, foco e inteligência + teste de QI da internet + grupos de linhagem viking do facebook + ficar longe do poste de internet 4G + youtube do varg vikernes + essência de morango da turma da mônica no narguilé + jogar vape na cara de todo mundo que tentar entrar no bloco da faculdade + 5 segundos de calistenia no deserto do atacama + darkcel + óculos do aécio na foto de perfil + ler quotes do nietzsche no brainy quote + criar galinha no quarto sem os pais saberem + Alho cru + uma colher de azeite quando acorda e outra antes de dormir + jejum de 24hrs a cada 72hrs + assistir VT no premiere logo que chega do estádio + canal Ultras World + LibreFighting + Operation Werewolf + comprar os artigos do Paul Waggener + Centhurion METHOD + humilliation exposure com a finalidade de criar uma crosta na sua mente capaz de desenvolver uma resiliência que resiste à humilhação como se ela fosse nada + tomar banho descalço em chuveiro de academia com chão mijado + musculação caseira + hackear o sono + Empreender + 10 livros de auto ajuda por mês + PUA + Selo super fã da fúria e tradição + Biokinesis + 432hz music + Mexer o pau sem piscar o cú + meditação transcendental + veganismo + minoxidil para cultivar uma barba + filmografia Jason Stataham + assistir vikings + redpill + ir no cinema sozinho + treino saitama + coach quântico + enema de café + dieta lair ribeiro + agua alcalina + O Método de Wim Hof + sabedoria hiperbórea + artigos da Nova Resistência + Biblioteca do Dídimo Matos + dormir virado pra patede assoviando no escuro pra espantar o curupira + dar 3 pulinhos toda vez que levantar da cama + dizer amém quando um 1113 azul passar por você na rua + 100 flexões por dia + 6 meses de jelq + injaculação guiada + sociedade thule + energia vril + chapéu de alumínio para se proteger das armas psicotronicas emitidas pela CIA + caderno de anotações smiliguido + pedir a bênção ao carteiro toda segunda de manhã + 3 horas de academia + 4 horas de corrida + mascar café + exercícios penianos do Dr. Rey + maratona saga Rocky + trilha sonora saga Rocky + trilogia Mercenários + filmes do Jason Statham + assoviar o hino do Palmeiras de ponta-cabeça + intro do Canal do Nicola em loop + palestras do Antonio Conte + vídeos do Rodrigo Baltar + dicas do Gustavo Gambit + aulas de italiano + dormir ouvindo Ultraje a Rigor + ler Walden pelado na mata atlântica de madrugada + ouvir músicas em velocidade aumentada + canto gregoriano árabe + ensinar hino do botafogo pra calopsita + fritar comida com banha de porco + assistir videos de situaçoes de risco com a finalidade de se preparar para o perigo + Terapia Holistica com formandos da UFPR no Jardim Botânico + Radiestesia para harmonizar vibração da casa + Metatron 432HZ no YouTube entoando a oração EU SOU + ler O Código da Vinci + Jesus Quântico + Barra Fixa na praça de madrugada escutando audiolivro do Jordan Peterson na voz do cara dos Fatos Desconhecidos + grupo POPEYE AFIANDO A PIKA + MyInstants AEEE KASINAO + Memes do Fausto Silva + ler O Evangelho dos Animais + stories do Copini no Instagram + Canal SocialGames7 com Gustavo Gambit e CIA + textos de Raphael Machado (Nova Resistência) + ser ex-membro do grupo Comunismo Ortodoxo + Monja Coen + Fazer origami com papel do bis + perder dinheiro com maquina de pegar ursinho + fumar palheiro com o avô + quebrar palito de dente no meio depois que usar + rezar Pai Nosso em aramaico + tentar se comunicar com o ashtar sheran + virar catequista e passar Plínio Salgado para as crianças + Limpeza de 21 dias de São Miguel Arcanjo + arrancar a fimose comendo cu apertado de galinha caipira + Regata branca WifeBeater com calça jeans clara e bota marrom + Ingressar na legiao estrangeira + Comprar toras de eucalipto pra reproduzir o centurion method mas nunca começar o treinamento + vender máquina de cartão de crédito + ler os escritos do Unabomber + Escutar a discografia do Paul Waggener + ler todos os livros do Pavel Tsatsouline + ouvir rap eslavo de cunho político suspeito + café com um cubo de manteiga dentro precedendo a primeira refeição do dia + beber 2L de leite por dia + Stronglifts 5x5 + Dieta Cetogênica + Canal Jason PROJETO GIGA + Cd do TRETA + comprar torre de chopp no prensadão + 2 cápsulas de Tadalafellas antes do sexo + só comprar comida japonesa importada pra dieta + comer arroz sem sal com peixe cru sem tempero enrolado em folha do fundo do mar + memes da página Dollynho Puritano + Deus Vult na capa do Facebook + acessar o dogolachan pelo computador da escola pra postar fanfic gay do Gilberto Barros + Trollar atendentes do mcdonalds no habbo hotel + ligar para o Motel Astúrias perguntar quando custa a bolacha Bauducco que aparece no site + Mandar entregar pizza na Rua dos Tamoios casa n°18 com portão vermelho + cosplay de russo no Omegle pedindo pra mostrarem a bunda + Dormir imaginando uma linha pra fazer viagem astral + recitar Homero pra mendigo + tomar antibiótico no café da manhã + Meditar imaginando o raio de luz violeta que representa a energia transmutadora + Workshop Reiki do Canal Luz da Serra MULHERES TERRAPLANISTAS RALEM.
Primeiro de tudo! Vai tomar no cu, MULHERES terraplanistas! Junto com todas que me contrariaram nos últimos meses falando "dur hur você não sabe nada de paleontologia, vai assistir seus desenhos filipinos e não encha o saco". TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! LERAM DIREITO? TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! A farsa ficou tão óbvia, que eles não tem mais como esconder que TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! Alguns mais penas, outros menos penas, MAS TODOS TEM. E aproveitando no mesmo vídeo, NÃO TEVE METEORO PORRA NENHUMA! Provavelmente as mudanças climáticas naturais, junto com a separação gradual dos continentes, é que extinguiu a mega-flora e a mega-fauna. E se teve algum meteoro, apenas acelerou o processo em uma região muito especifica. Agora só falta as ((especialistas)) e a (((Academia))) admitir que dinossauros nunca existiram e que foi tudo um erro grotesco de interpretação de pessoas que não sabiam que caralhos eram aqueles esqueletos. São apenas aves e mamíferos ancestrais de milhões de anos atrás. E antes que eu me esqueça, vai todo mundo que me contrariou tomar no cu!
GOSTAR DE MIM POR QUEM EU SOU E NAO PELA MINHA APARENCIA
Sério, de verdade, ser uma pessoa bonita não é fácil em nossa sociedade atual; não é só os olhares de desejo das mulheres e dos homens que me incomoda, e sim, o fato de ser só isso para as pessoas. Sou muito mais que apenas um cara bonito. Tenho qualidades além dessas, e saber que as pessoas não ligam para elas, pois estão entorpecidas de anseio pela minha formosura, me entristece muito.
Não suporto mais ser bonito. Tudo que eu queria era poder nascer de novo num corpo de uma pessoa feia, pois sério, vocês não sabem como me dói saber que por culpa de algo que nasceu em mim (a incrível beleza), serei rotulado eternamente por isso.
Eu trabalho, estudo, procuro, conheço, aprendo! Sou um ser-humano como qualquer outro e não só mais um rostinho bonito.
Pergunta antes de eu poder te namorar: Você é ocultista?
Essa é a pergunta de um milhão de dólares que raramente vejo sendo feita.
Se você ainda não for, pra se tornar minha namorada precisará ser e aqui está como fazer isso
É fato que a maior parte da literatura especializada ocidental acredita em Deus e Cristo, somente olhando-o por uma lente diferente. Não há um ritual que lhe aproxime de Deus, as coisas raramente são tão simples. Entretanto, com estudo e meditação o caminho começa a ficar mais claro.
Entenda que não sou nenhum senhor da verdade, e o que te falo hoje posso descobrir ser mentira amanhã. Saiba também que um dos maiores problemas desse meio é a falta de um início claro, sendo as obras tidas como introdutórias porcarias completas. Dito isso, lhe respondo o seguinte:
  1. O caminho mais completo para se aproximar do que você quer começa com noções do pensamento Helênico. Entenda que boa parte da visão de mundo cristã vem da antiguidade clássica, principalmente as noções de harmonia e belo. Não te peço para ler tudo o que já foi jogado ao chão pelos gregos, mas saiba um pouco das origens das coisas. Tenha uma ideia básica dos quatro humores gregos, e que essa é uma das origens para atribuirmos personalidades aos elementos da natureza. Entenda um pouco dos seus deuses e Cosmos, porque eles serão utilizados no futuro de forma metafórica em textos. Saiba que quando aparecer um hermafrodita em um texto especializado não há conexão com desvios modernos, mas com um simbolismo mais antigo (Salvo engano, sua origem é Platônica. Mais especificamente, O Banquete, durante os discursos sobre amor).
  2. Entenda que boa parte da origem da magia ocidental vem da confluência da cultura grega com a egípcia, incluindo a alquimia. A tábua esmeralda é um texto obrigatório. Leia um pouco sobre o Axioma de Maria, A judia. Aprenda um pouco da simbologia alquímica, porque será importante para você no futuro. É dentro da alquimia que irão discursar sem final sobre a trindade (pelo menos os da corrente de Paracelso). Não se pretenda nenhum mestre dos espagíricos, porque os químicos farão isso melhor do que você. Entenda que não havia essa separação absoluta entre o material e o espiritual, então os dois conhecimentos andaram juntos ao decorrer da história. Entenda também que haviam escritores voltados especificamente para a alquimia espiritual, enquanto outros à química.
  3. Estude a Cabala. Eu entendo que para alguns seja difícil dar atenção à Cabala Judaica com o surto conspiracionista chanístico sobre a índole de todo um povo, mas querendo ou não o judaísmo é o Pai da fé cristã, sendo Jesus judeu. Entenda que a árvore da vida é um estudo sobre Deus e suas emanações, e dela virá uma boa parte de seu conhecimento.
  4. Leia as coisas atuais sobre o assunto. Dê atenção aos escritores herméticos, principalmente.
Ocultismo é um saco, pelo menos se você for estudar seriamente. Você pode perder a vida se tiver um projeto ambicioso como se aproximar de Deus.
Você também pode pular algumas etapas no que te falei. Sobre a parte do pensamento grego, saiba que boa parte é "dispensável". Dito isso, recomento que entenda um pouco sobre o funcionamento do Cosmos de Ptolomeu. Entenda também alguns dos símbolos planetários, porque seu entendimento irá lhe ajudar no futuro.
Pra me namorar também tem que gostar dos animes:
Akame ga Kill! Akarui Sekai Keikaku Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Criminale! Dog Style Domina no Do! Eden no Ori Evangelion Fullmetal Alchemist K-on! Naruto Shingeki no Kyojin Yu-gi-oh
Sobre assistir Yu-gi-oh; quando eu era adolescente, gostava (na época que passou na TV Globinho e era moda), mas hoje em dia não gosto mais; então não assistiria de novo.
Quanto às minhas lembranças marcantes de Yu-gi-oh:
Em 2003, Yu-gi-oh era moda e todo mundo na escola da quinta e da sexta série jogava com cartinhas piratas, já o pessoal da sétima e da oitava não se interessava. A propósito, em 2003 tiveram duas grandes modas de brinquedos baseados em animes, cartinhas de Yu-gi-oh e Beyblade. Outro brinquedo que todo mundo da quinta e da sexta série levava pra escola em 2003 depois que passou a moda de Yu-gi-oh e começou a moda da Beyblade era a Beyblade.
Outra lembrança marcante que tenho de Yu-gi-oh é que em 2003 na escola o pessoal criava suas próprias cartinhas, fazendo desenhos e estatísticas.
Fujimura-kun Mates Gantz Gou-Dere Bishoujo Nagihara Sora♥️ Higurashi no Naku Koro ni Kai: Matsuribayashi-hen Hitsugi no Chaika Ichigo 100% Ichinensei ni Nacchattara In Bura!: Bishoujo Kyuuketsuki no Hazukashii Himitsu Jigokuren: Love in the Hell Jinzou Shoujo JoJo no Kimyou na Bouken Part 4: Diamond wa Kudakenai JoJo no Kimyou na Bouken Part 5: Ougon no Kaze JoJo no Kimyou na Bouken Part 6: Stone Ocean JoJo no Kimyou na Bouken Part 7: Steel Ball Run Kaibutsu Oujo Lucky☆Star Mahou no Iroha! Mahou Tsukai Kurohime Monster Hunter Orage Mujaki no Rakuen Needless Zero Nyotai-ka Onihime VS Oretama Perowan!: Hayakushinasai! Goshujinsama♪ Re:Marina Rosario to Vampire Saitama Chainsaw Shoujo Sankarea School Rumble Shingetsutan Tsukihime Shocking Pink! Shurabara! Sora no Otoshimono Sora no Otoshimono Pico Akame ga Kill! Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Dorohedoro Nekopara Pet Toaru Kagaku no Railgun Magia Record: Mahou Shoujo Madoka☆Magica Gaiden Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita.Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita. Isekai Quartet 2Isekai Quartet 2 Ishuzoku Reviewers Somali to Mori no Kamisama Eizouken ni wa Te wo Dasu na!Eizouken ni wa Te wo Dasu na! Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu.Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu. Jibaku Shounen Hanako-kun Haikyuu!!: To the TopHaikyuu!!: To the Top Darwin's GameDarwin's Game Kyokou SuiriKyokou Suiri Plunderer
PRE REQUISITO: GOSTAR DE FILMES DE FAROESTE.
IMPORTANTE: Se você gosta de filmes de super heroi, pare de ler e va se foder.
Se você é assim, fique longe de mim.
NÃO QUERO AS MULHERES QUE: As que falam palavrões As que fumam As que usam drogas As que postam foto com bebida Que bebem (menos 🍷, isso é coisa de dama) As que vão para balada, festa, rave etc As que postam foto com decote ou sensuais
Há uma coisa que eu quero que você entenda sobre nós os homens.
Quando você colocar uma foto sua nua no facebook, fazendo uma pose gostosa, mostrando os seios ou como vemos em várias fotos mostrando o bumbum ou deitada sedutoramente em sua cama, a única coisa que você faz é que as pessoas tenham desejo sexual por você, claro em A maioria dos casos por parte de homens.
Eu sei que você vai ficar tão emocionada com os 500 likes, 120 comentários e as inúmeras mensagens privadas! Você vai querer postar cada vez mais fotos para se sentir cada vez mais no topo.
Mas há algo importante que você precisa saber:
Na verdade nenhum desses caras que gostam, comentam ou enviam mensagens privadas te ama. Tudo o que eles querem é usá-la e depois atirá-la para o lixo, para ser honesto nenhum deles a levaria para sua casa para ser sua esposa, acredite em mim, você para eles não é mais que uma menina de programa em busca de popularidade barata No Facebook.
Os homens ricos os que tem o que você procura "dinheiro" ou os pobres admiram as mulheres que se vestem com decência e se respeitam. Uma vestimenta decente que não revela muito o seu corpo, leva-os a amar e a respeitar-te, isto a simples vista nos diz que és uma mulher virtuosa, alguém a quem se pode levar para casa para ser esposa e mãe.
Isto em muitos casos diz-lhes que você foi criada com princípios morais e lhes dá detalhes do seu bom histórico familiar.
Eles não se preocupam muito com a maquiagem excessiva, uma mulher digna de propor casamento sempre se distingue do monte, não importa como.
Valoriza seu corpo, lembre-se que para encontrar diamantes é preciso cavar, respeita, e um verdadeiro homem vai te respeitar de um modo ou de outro.
Mas você terá muito respeito: Mulher, não mostre seu corpo no facebook, você não sabe que tipo de pessoas, venha suas coisas, você é uma mulher bela, não precisa de fotos, nem mostrar tanto, você pode conquistar com sua simpatia, com seu educación con seu sonrrisa,
As que já ficaram com amigos seus, ou que ficam com mais de 3 em um único ano As que não trabalham ou estudam (ou que estão em um curso irrelevante de humanas) As que não sabem o básico de uma casa, como lavar, passar roupa, cozinhar, trocar fralda, etc As interesseiras As que estão pedindo presentes sempre As que já estão comprometidas As não gostam de crianças ou dizem que não querem ter filhos (pessoas que não querem ter filhos não são confiáveis) As que tem piercing de bufalo
submitted by Helamaa to smurfdomuca [link] [comments]


2020.09.07 02:50 Kl111w Estou muito confuso (🛑 ALERTA DE TEXTO HIPER SUPER MEGA GRANDE 🛑)

Bom, isso aqui vai demorar; então você que realmente não tá afim de ler um mini livro, acho que não vai valer a pena pra você hehe. Vamos lá, tenho 16 anos, meu pai é um sociopata que batia muito na minha mãe, já chutou ela ameaçou de morte e os krl, porém (surpreendam-se) ela se descobriu lésbica. Ela teve eu e meus dois irmãos com meu pai, mas depois que se descobriu lésbica começou a namorar minha madrasta enquanto ainda era casada com meu pai a cerca de 10 anos atrás. Quando minha mãe ainda estava com meu pai, ela tinha muito medo dele e por isso não queria pedir o divórcio; minha avó, minha madrinha e minha madrasta incentivaram ela e ela acabou pedindo, teve a separação de bens e tal, a guarda foi pra ela, e etc, etc, etc... meu pai não para de importunar não só ela como meus irmãos até hoje; ele teve criação militar e fazia o mesmo comigo e com meus irmãos, eu tinha que estudar até cerca de 2 da manhã e acordar às vezes as 6 para ir pra escola; era um INFERNO eu ODIAVA com todas as minhas forças aquela casa; bom mesmo o jeito com que ele """""educava"""" eu e meus irmãos ser uma bosta, era inegável que, querendo ou não, funcionava; minhas notas eram exemplares, ganhei competição de matemática, português, soletração e várias e várias medalhas de judô e jiu-jitsu, detalhe: eu odiava esses esportes, ainda mais por causa do professor que >literalmente< batia com um pedaço de cano de pvc nas costas dos alunos. Eu odiava muito meu pai porém ele tinha uma coisa que atraia eu e meus irmãos: $$$. Ele tinha muito dinheiro, então a gente viajava quase todo ano pra fora do Brasil; fui pro Chile 3 vezes, Paris 2 vezes, Roma 1 vez... sem contar as viagens dentro do próprio país que pra uma criança é o paraíso: Beto Carrero; Beach Park; já entrei literalmente dentro da Amazônia, mergulhei com golfinhos; fui pra Fernando de Noronha fazer mergulho profundo, nadei com tartarugas, vi os filhotes das tartarugas pelo projeto Tamar; fui pra cidade de gramado, já fui pro Sul, pro Paraguai, vi as cataratas do Iguaçu; eu tinha uma casa na árvore, um quintal com váááários brinquedos... Enfim, o dinheiro acabava compensando.
Mesmo assim, ver meu irmão quase sem conseguir andar de tanto apanhar do meu pai, a marca do chinelo certinha nas costas dele ao ponto de eu ter que dar banho nele e vários outros casos já estava enchendo a minha paciência. Minha mãe era meu porto-seguro, com ela eu era mais leve, eu via os problemas da vida indo embora, apesar de ela não ter o dinheiro do meu pai e não poder dar as coisas que ele dava, era um alívio enorme no meu coração poder pisar na casa dela e saber que ali, ALI eu tava seguro; sem gritaria, sem ordens 24h, sem ter que me preocupar em apanhar por ter deixado a caneta cair da carteira, ali eu tava de bem com a vida.
Eu e meus irmãos fomos crescendo e começou aquela história, processos e mais processos judiciais; minha mãe contra meu pai, meu pai contra minha mãe; se eu falar pra vocês que meu pai subornou uma escola CATÓLICA para criar um documento falso e colocar no processo vocês acreditam? Bom, aconteceu isso e muitas coisas mais, o problema é que eu sou idiota, eu tenho o coração mole e por mais que tudo que o meu pai fazia eu, lá no fundo, perdoava e me fingia de cego; pra mim era só uma pessoa triste que precisava de amor, assim como eu, antes da minha mãe me dar esse amor. Eu ficava com raiva do meu pai; mas aí ele vinha falar comigo e fazia aquela voz melancólica, uma cara triste e abaixada e ele SABIA que eu ia cair nisso igual um patinho, esse filho da puta SABE CARA, que ódio.
Bom, enfim, minha mãe quis morar aqui em Portugal comigo e com meus irmãos, longe de problemas, longe dos tiroteios do Rio, longe do meu pai. Ele ÓBVIAMENTE não queria isso de jeito nenhum, criou mentiras, contratou não sei quantos advogados, para atrasar o processo o máximo possível; para vocês terem uma ideia, minha mãe vendeu a casa que a gente morava pq precisava do dinheiro e fomos morar com a minha tia enquanto o processo não se resolvia; minha tia mora em um apartamento, meu pai tentou ALUGAR o apartamento DO LADO do da minha tia pra literalmente ESPIONAR o que a gente tava fazendo, eu até hoje não acredito nisso cara, parece que foi um surto coletivo meu deus do céu.
No fim, conseguimos vir pra Portugal e começaram os problemas comigo, vamos lá: eu sou muito tímido, não falo com ninguém e tenho minha auto estima muito baixa (obrigado pai), meu pai me xingava sempre de burro, idiota e tals e quando eu literalmente tirei 11 em uma prova que VALIA 10 ele só mandou o famoso: não fez mais que sua obrigação. Bom, eu não sou bom com pessoas em geral, e minha adaptação foi bem difícil; eu tô aqui a um ano e meio e tenho 2 amigos; um é brasileiro que se mudou pra cá e o outro é um SUÍÇO que nem sabe falar português direito aí eu tenho que ajudar ele. Eu gosto de ficar na minha e tals desenhando ou conversando sobre o sentido da vida e a insignificância humana; na aula de filosofia tinha tantas coisas e experiências que eu queria compartilhar com a minha turma que vocês não fazem ideia, só que eu sou tímido e levantar a mão para falar está totalmente fora de cogitação; teve um trabalho em grupo que eu tive que apresentar aqui que foi uma das piores experiências da minha vida; minha mão começou a suar frio, eu começei a tremer, minha voz começou a falhar e quando acabou a apresentação eu tive que ir correndo pro banheiro respirar fundo, contar até 10 e tal, eu tava quase desmaiando, sem zoeira.
Bom, nunca encontrei pessoas aqui igual meus amigos do Brasil, onde conversávamos sobre anime, pokémon, desenhos, quadrinhos, super heróis, vídeo game, e etc; a maioria da pessoas aqui são adolescentes e eles só sabem falar sobre uma coisa: SEXO; eu não aguento mais cara; minha irmã se adaptou super bem, ela é meio que famosa aqui por causa do Instagram e do TikTok, além de ser a pessoa mais extrovertida que eu conheço; eu fiz um post também lá no sexualidade falando mais sobre essa parte da história, pode dar uma conferida se quiserem também :-). Bom dando uma resumida eu nunca beijei ou transei ou bebi ou qualquer coisa desse gênero, eu odeio multidão então qualquer convite que me convide para uma festa ou algo assim eu recuso de cara (até pq, se eu fosse eu ia ficar no canto rezando para que aquele inferno acabasse); aqui a bebida é liberada depois do 16 então é uma putaria só, os cara transa, bebe, fuma cigarro, maconha e os krl, tô nem brincando.
No fim de tudo acaba assim, eu me sentindo sozinho, com aquela famosa carência, e eu acabo percebendo que eu tenho muita raiva de tudo; tenho raiva de mim, das pessoas ao meu redor, dos meus professores, da escola que eu vou me mudar, de como eu não deveria estar reclamando porque eu obviamente sou muito privilegiado em relação as outras pessoas. Minha mãe é programadora e a maioria dos clientes dela são restaurantes; por causa do corona eles estão sem clientes, sem clientes = sem dinheiro, sem dinheiro como que eles vão pagar minha mãe? Estamos passando por um momento muito difícil e pra mim que sempre tive tudo é meio que um choque de certa forma, mas eu acho bom, pq assim eu passo a valorizar mais o que eu tenho; mas voltando, eu me odeio desde que me lembro como pessoa, e sinto que tô só vivendo; tipo, literalmente só vivendo; se eu fosse definido por um estado ou se você me perguntasse o que eu tô fazendo agora, a melhor resposta eu acho que seria simplesmente: Existindo.
Bom, eu não vou entrar muito em relação a vida amorosa e tals pq tá no post lá no sexualidade. Eu queria falar várias outras coisas, mas meus dedos estão doendo já, e eu acho que se você tá lendo aqui, eu te fiz ler muito né? Kkkkk, desculpa.
Bom por hoje é só pe-pe-pessoal.
Mas agora sério, se você leu até aqui, obrigado, significa muito pra mim :)
submitted by Kl111w to desabafos [link] [comments]


2020.09.05 06:46 Ejeal Sempre acho que as pessoas não gostam de mim

Tenho amigos, mas nunca acho que eles vão me considerar a primeira opção. Jamais vou conseguir namorar, pq SEMPRE existe outra mulher em jogo e no Brasil existe essa cultura de que é lindo trair, então pra que que vou me dar o trabalho de namorar com alguém se com ctz vai existir uma menina mais bonita ou mais interessante que vai ofuscar tudo o que posso oferecer de bom?
Hoje me retirei de um grupo de trabalho da faculdade, pois achei que não era bem vinda o suficiente e, como o prof pediu um grupo de 6 pessoas e esse tinha 7 comigo, resolvi ser a que pediu pra sair exatamente por me sentir deslocada e acabei me enfiando num grupo onde uma das meninas é extremamente grosseira e militante, do tipo rebelde sem causa.
Me sinto assim em quase todos os lugares, é como se aquele ambiente não fosse pra mim, é como se nenhum lugar fosse pra mim, nem mesmo minha família, nem mesmo meus amigos de anos, nem mesmo o curso que escolhi na faculdade, nem mesmo o emprego que havia conquistado no passado. Enfim, só queria poder me consertar desse ódio que sinto de mim mesma.
submitted by Ejeal to desabafos [link] [comments]


2020.08.26 15:47 Toowbiey Talvez a pior semana da minha vida ?

Aconteceu em dezembro do ano passado, eu entrei na faculdade no meio do ano e estava me dando meio mal, não sabia estudar direito e ficava me sentindo mal toda vez que ia estudar , pensando que aqui não ia dar em nada e que não ia conseguir. Antes de eu começar na faculdade eu conheci uma menina que tinha basicamente os mesmos gostos que eu (animes, jogos e blablabla) e eu fiquei apaixonado por ela, só que eu nunca fui muito bom em entender se as pessoas gostavam de mim ou não, então não fazia nada, não "avançava", eu gostava bastante de conversar com ela então adicionei ela em um grupo de Discord com um amigo meu, e era maravilhoso conversar com os 3 juntos ali, depois de uma semana super cansativa da faculdade eu chegava no fim de semana e conversava com eles sobre e ficamos juntos e tal. Vamos para a fatídica semana de dezembro, eu tinha basicamente me fudido em 3 matérias das 4 que eu tinha, eu estava na beira da sanidade naquela época, a cada dia era uma bomba diferente, aí no fim de semana eu entro em call com meus amigos, e recebo a notícia de que eles começaram a namorar, a menina que eu gostava com meu melhor amigo... É, eu meio que quebrei naquele momento, eu sabia perfeitamente que a relação deles não era um ato de traição do meu amigo (até pq ele não é vidente) mas sei lá, eu não conseguia parar de chorar na outra semana, eu acordava triste e ia pro ônibus chorando. Foi um inferno, mas já está tudo bem agora, vai fazer 1 ano do ocorrido e o relacionamento deles não me incomoda ou algo assim. Sei lá eu só queria contar essa história mesmo, ela retorna com frequência na minha cabeça e talz, ainda continuo mal pra expressar meu interesse nas pessoas.
submitted by Toowbiey to desabafos [link] [comments]


2020.08.24 05:33 marcel22bala Posso a me tornar um incel

Texto grande a vista ...
Há algumas semanas , caiu a minha ficha do porque eu não ter muitas amigas e acho que isso deve pelo fato de que toda vez que eu tinha o intuito de conversar com uma garota era porque tinha segundas intenções ( namoro , sexo ) , isso me deixou devastado até porque umas das boas amizades que cultivo muito , proveio destes interesses...
Eu me desenvolvi num ambiente muito masculino , era todo dia bricando com os meus primos , os garotos da rua e na escola tbm . No meu circulo social não havia uma garota , eu não as a via como alguém que você fazia amizade mas sim alguém para namorar . Eu não achava que era possivel garotos da minha idade conversar com uma garota apenas pra ser amigos , era tudo uma questão de algo a mais .
Isso seguiu até o meu EM , onde graças ao universo eu pude sair da minha bolha de only male friends para garotas também . Mas ai foi tudo muito estranho " como essa garota ta conversando comigo e não quer nada comigo ?? "Ou deu atenção pra mim " sera que ela quer algo comigo ? " . Ao longo do tempo essas perguntas foram recorrentes . E nas elucidações que eu tive ainda no EM é que o motivo de eu ter vergonha pra conversar com garotas é que eu queria algo a mais ( quando eu tento transparecer algo que não sinto de vdd uma hora acaba saindo pela culatra ) , quando eu era legal , gentil com elas - com as garotas que eu tava interessado - era sempre pra ter algo em troca ( namoro ...) .
Acho engraçado , você deve ter pensado agora " vish é daqueles altos proclamados "niceguys". Sim , reconheço que fui um , mas não aqueles que vc vê no niceguys , mas aquele que reconhecia que estava sendo legal pra ter algo em troca ( n , eu não xingava mulher na net apesar de que participava de grupos de shitpost , que esse tipo de coisa era recorrente ) , mas no fundo , bem lá no fundo eu sabia que era simplesmente uma fucking OBRIGAÇÃO ser gentil , educado com as pessoas em geral !
Anteontem e ontem vi dois videos da ContraPoints que falava sobre homens e incel e caralho me senti mal pra porra de achar que eu posso chegar no nivel de um incel fudido . Isso me deixou desesperado
Namoral só queria poder tefazer amizades com garotas sem que essa nóia de segundas intenções aparecesse . Uns pode achar normal mas quando a luz da segunda intenção acende pra toda garota que tu comprimenta , conversa acho que isso é algo anormal . Atualmente estou tentando mudar ...
Obrigado , se leram até aqui ! Tenha um bom ( quando estiverem lendo isso aq )
submitted by marcel22bala to desabafos [link] [comments]


2020.08.18 08:01 sbactorpreatora Não consigo superar esse relacionamento ruim

Olá pessoal, é bem a uns 2 anos atrás, conheci um garoto e me apaixonei e era tudo incrível, o único problema é que com o tempo a nossa relação foi piorando ele me xingava as vezes e me comparava com uma amiga que eu tinha, enfim nosso relacionamento acabou com o auxílio de um amigo incomum que mandou a mensagem dizendo que ele não queria mais namorar comigo, então eu obviamente fiquei triste mas vida que segue, mas eu ainda tinha sentimentos fortes por ele, um dia ele me mandou uma mensagem dizendo que sentia minha falta e eu fui até a casa dele bom foi como se estivéssemos juntos de novo pelo menos para mim, aí ele me mandou sair da casa dele como se eu fosse nada, nesse dia eu descobri da pior forma que o único interesse que ele tinha por mim era sexual, e que ele estava apaixonado pela minha amiga, isso me deixa mal até hoje, o pior é que aquele mesmo amigo em comum insiste em eu conseguir ter uma relação amigável com essa pessoa, mas simplesmente não dá atualmente ele fez um grupo de whatsapp e colocou ele e mais dois amigos meus, o mais triste que eu acho dessa situação é que os momentos mais felizes que eu passei foram ao lado dele porque antes de conhecer ele eu era um pouco solitária.
Bom talvez pra vc que leu é meio insignificante o meu desabafo, mas pra mim foi muito bom escrever isso quando eu tento falar sobre isso com meus amigos ou até com a minha mãe, eles ficam só tirando sarro e me dizendo que eu sou muito emotiva.
submitted by sbactorpreatora to desabafos [link] [comments]


2020.08.16 20:11 SevenNora sou babaca por querer vingança?

Em 2019 aconteceram várias coisas que me tornaram a pessoa que sou hoje. ano passado conheci um grupo de pessoas da internet que eram de um estado longe do meu, foram muito simpáticos e me trataram muito bem, embora eu fosse um pouco diferente deles.
Passamos muito tempo juntos e essas pessoas me livrou de muitos problemas (como parar de pensar em besteiras e etc ...) o grupo era formado por 3 pessoas (exceto eu).
Vou chamá-lo de "Matos, Fla e Gab"
Fla e Gab eram namorados e Matos gostava de Fla o suficiente para querer namorar com ele também, mas como ele já estava namorando Gab, ela só ficava no desejo.
Gab e eu ficamos muito próximos, ela se tornou minha melhor amiga e conversamos muito, de acordo com ela, Fla não se importou porque ele sabia que eu não tentaria nada (e realmente não faria).
Teve um momento no final do ano em que quebrei meu celular e continuei falando com eles no Facebook e o fato de ser um pouco limitado em termos de horas online acabei me distanciando. entretanto Gab terminou com Fla e Gab e eu comecei a namorar ela.
Foi muito divertido o nosso tempo de namorados até que um dia a Matos pediu um telefonema, e segundo ela queria que nos masturbássemos no telefone, obviamente neguei e ela disse que ia tomar banho, respondi com um "ok" e segundos depois recebi uma mensagem do pai dela dizendo que eu era um pedófilo, estuprador e que era procurado pela polícia. Fiquei apavorado e com muito medo, tentei provar o contrário, mas nada funcionou.
Algum tempo depois, simplesmente me esqueci da Matos e tentei continuar com a minha vida.
Pouco tempo depois recebo uma mensagem da Gab onde ela dizia "diga-me que não é verdade ..." confundi e perguntei o que se passava e ela disse que o Matos e o Fla tinham contado que eu era pedófilo, estuprador e que Eu era procurado em mais de 15 estados. Eu disse que não era verdade, mostrei minha identidade, cartão e tudo onde tinha meus dados. Mas como sempre nada funcionou, ela me bloqueou de tudo e eu perdi todo o contato com Gab, Fla e Matos.
Uma coisa que não te disse foi que a Matos é uma cantora bastante famosa no Rio Grande do Sul, ela até vendeu livros e fez testes para o "The Voice Kids", desde então tenho tentado destruir a carreira dela, mostrando os prints dela pedindo fotos íntimas minhas. Ainda estou tentando destruí-la, mas sem sucesso.
eu sou babaca?
submitted by SevenNora to EuSouOBabaca [link] [comments]


2020.08.15 22:02 jogafora69420010 Meu amigo é um cuzão mal agradecido.

Meu amigo perdeu mais de 10K reais (em 1 semana) dando presente pra uma mina que ele conheceu pelo Instagram e que depois dele ter dado esses presentes, terminou com ele e começou a namorar outro moleque.
Ele tentou se matar (por quê eles terminaram) tomando remédio e o idiota aqui ficou das 00:00 às 7H da manhã preocupado ligando pros bombeiros, ligando pra ele, tentando ajudar pra depois de tudo isso ele mandar todo mundo do nosso grupo de amigos tomar no cú e falar que nós não eramos amigos de verdade e que iria processar quem tinha ligado pros bombeiros, já que esses haviam quebrado a maçaneta da casa dele. Ainda disse que amiga de verdade era ela que estava conversando com ele na hora. (é mentira, a cobra que ele chamou de namorada, só foi falar com ele depois dele ter começado a chorar e tomar remédio)
"EU NÃO PRECISO DE VOCÊS, VOCÊS NÃO QUEREM ME AJUDAR E NÃO QUEREM QUE EU E ELA SEJAMOS FELIZES" (essa foi literalmente a última mensagem dele antes dele sair do grupo e bloquear GERAL de lá).
(Tem muito mais coisa que aconteceu, mas iria ficar MUITO grande)
submitted by jogafora69420010 to desabafos [link] [comments]


2020.08.12 15:44 sairennorebi Fui a babaca por contar a história de como eu e meu marido nos conhecemos? #Turmafeira

Oi Luba, editores, possível convidado virtual, gatas, papelões sobreviventes e turma que está a ver, quero muito participar por que preciso saber se eu fui a babaca na história.
Bom Luba, eu tinha uns 18 anos na época e minha amiga a mesma idade que eu, vamos chama-la de Karla para não expor. Nós éramos melhores amigas desde crianças. Somos da mesma igreja e, após eu ter um término com meu ex namorado entrei pra um dos grupos que tinha na minha igreja que ela participava. Assim que eu entrei reparei em um rapaz que também fazia parte e logo eu dei uma desculpa para pegar o número dele e começamos a conversar cada vez mais, vamos chamar ele de Carlos. Um tempo depois que estávamos conversando comecei a gostar dele e como eu e a Karla éramos melhores amigas eu fui contar pra ela. Quando contei ela disse que também gostava dele mas que não tinha tido coragem de chegar nele. A questão é que a Karla realmente é mais tímida que eu, mas ela conhecia ele antes de mim e não tinha me falado nada. O clima ficou meio tenso por um tempo e eu até pensei em me afastar do Carlos, afinal não queria perder a amizade dela, mas um tempo depois, quando as coisas estavam começando a ficar mais normais, Calos veio me falar que o melhor amigo dele estava gostando da Karla, vamos chama-lo de Tiago e que queria saber como chegar nela. (Ps. Carlos descobriu que eu e a Karla estávamos gostando dele pela mãe do Tiago, ela era líder desse grupo da igreja que participávamos.) Tiago também era muito tímido então não tinha muita coragem de chegar na Karla mas com algumas dicas ele conseguiu e os dois se aproximaram. Eu e o Carlos começamos a namorar e pouco tempo depois a Karla e o Tiago também, o que era bem legal por que saíamos juntos e éramos um grupo de melhores amigos. Tenho que deixar claro também que Tiago, com o passar do tempo começou a dar sinais de ser meio babaca com a Karla, como fazer ela sair de um emprego que ela estava ganhando muito bem pra ir pra outro que ela ganharia salário mínimo só porque no primeiro ela tinha que ir super arrumada pro trabalho (era corretora de imóveis), isso por que ela ainda está não era formada e tinha que pagar sua própria faculdade por que os pais dela não tinha condição, enquanto ele era formado e não trabalhava e ficava o dia todo em casa jogando.
Passaram-se anos nesse meio termo e Carlos e eu começamos um relacionamento a distância por que ele foi estudar medicina em outro país, e mesmo assim continuávamos juntos e com uma relação muito boa. No último ano, eu já tinha 22 anos, estava nas férias e Carlos estava comigo e fomos no aniversário da irmã de Tiago (ela era muito minha amiga e do Carlos também) e tinha outra amiga nossa lá, vamos chama-la de Larissa, ela veio me contar que tinha começado um relacionamento e que tinha começado meio errado e que tinha sido muito complicado e que estava com medo de por ter começado errado dar tudo errado (detalhe eu estava noiva do Carlos nesse dia e já estávamos próximo do casamento). Com ela me contando isso resolvi contar pra ela como foi o começo do meu relacionamento com o Carlos e como foi difícil porque eu tinha uma amiga que gostava dele, mas eu troquei todos os nomes e não expus ninguém, para mostrar pra ela que as vezes começa difícil como forma de provação pra ver o quanto as pessoas se gostam mesmo, mas que no final podia dar certo. O problema foi que a Karla e o Tiago estava perto e eu não vi, ela escutou tudo e ficou muito puta comigo. Fiquei sabendo depois que o Tiago tinha brigado muito com ela, falando que ele tinha sido o resto, que na verdade ela queria ter ficado com o Carlos (eles já tinham mais de 3 anos de namoro), sendo que ele sempre soube do começo da história, até por que foi a mãe dele que contou tudo pro Carlos. Resumindo ela ficou muito brava comigo e hoje não olha nem na minha cara, detalhe, eles eram nossos padrinhos de casamento e depois disso tivemos que achar outro casal às pressas por que estava perto do casamento. Durante a briga eu disse pra ela que ela estava deixando o Tiago decidir tudo da vida dela inclusive quem ela seria amiga e por isso ela estaria se afastando de mim, mas ela diz que eu inventei toda aquela história e que ela nunca tinha gostado do Carlos, sendo que tem outros amigos nossos que viveram esse momento conosco e sabem que é tudo verdade.
Atualmente estou casada com o Carlos e estamos vivendo muito feliz com ele no Peru (onde ele faz medicina). Ela continua o relacionamento com o Tiago e até onde eu sei ele está morando em outra cidade mas ainda controla cada movimento dela, não deixando ela ter amigos que ele não queira e nem fazer nada que ele não deixe. A mãe dela (muito amiga da minha mãe) detesta o Tiago e tudo que ele tem feito com a filha dela, que antes era uma menina feliz e alegre, agora vivia triste e chorando.
Então, eu fui a babaca por ter contado a história de como eu e meu marido nos conhecemos para uma amiga?
submitted by sairennorebi to u/sairennorebi [link] [comments]